Índice de reajuste do aluguel sobe para 0,76% em janeiro

finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Índice de reajuste do aluguel sobe para 0,76% em janeiro

Em dezembro, IGP-M havia registrado alta de 0,62%; IPC mostra alta no custo da Habitação, divulgou nesta quinta-feira a FGV

Mário Braga e Gustavo Santos Ferreira, Agência Estado e Economia & Negócios

29 de janeiro de 2015 | 08h25

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), pelo qual os contratos de aluguéis são reajustados, acelerou de alta de 0,62% em dezembro para elevação de 0,76% em janeiro - divulgou há pouco a Fundação Getúlio Vargas (FGV). 

A variação acumulada do IGP-M nos 12 meses até janeiro é de 3,98%.

O resultado do IGP-M deste mês ficou ligeiramente abaixo do teto do intervalo das estimativas dos analistas do mercado financeiro consultados pelo AE Projeções, que iam de 0,52% a 0,77%, e, portanto, acima da mediana encontrada, de 0,63%.

Outros índices. O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) desacelerou de avanço de 0,63% em dezembro para 0,56% em janeiro. Dentro do item, Bens finais registrou variação de 1,57%, ante os 1,05%% de dezembro; Bens intermediários, 0,51%, ante 0,69%. 

Na mesma base de comparação, Índice de Preços ao Consumidor (IPC) saiu de alta de 0,76% para 1,35%. Já  Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) acelerou de 0,25% para 0,70%, na margem. 

Entre os grupos de consumo avaliados, os gastos com Habitação subiram de 0,79%, em dezembro, para 1,5(%, em janeiro; Educação, Leitura e Recreação, de 1,23% para 2,35%; Despesas Diversas, de 0,19% para 1,26%; e Comunicação de 0,53% para 0,55%.

Foi observado decréscimo em Saúde e Cuidados Pessoais, de 0,56% para 0,31%; e
Vestuário, de 0,59% para 0,00%.

Tudo o que sabemos sobre:
igpm

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.