Índice de sensação de inflação recua 11,84% no RJ

A sensação de inflação teve forte queda na região metropolitana do Rio de Janeiro em julho, segundo pesquisa da Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomercio-RJ), sobre o tema. De acordo com a organização, o Índice de Sensação de Inflação caiu 11,84% na Região Metropolitana do Rio, saindo de 41,29 pontos em junho para 36,40 pontos em julho, em uma escala que vai de 0 a 100 pontos.Em comunicado, a Federação observa que resultado "está fortemente ligado à desaceleração dos preços dos alimentos, conforme foi registrado pelos recentes índices de preços". Em junho, o índice subiu 21,81%. Quando comparado com julho do ano passado, a queda no indicador foi de 14,3% em julho de 2004.Para a Fecomercio-RJ, o grande destaque do resultado de julho foi a queda de 14,23% no Índice de Sensação da Inflação na faixa com renda mensal inferior a oito salários mínimos, saindo de 43,37 pontos de junho para 37,20 pontos em julho.De acordo com a pesquisa, para a faixa de renda acima de 20 mínimos, a queda foi "menor, mas também expressiva", de 7,57%, com o índice passando de 36,17 pontos em junho para 33,43 pontos em julho.Para o coordenador do Núcleo Econômico da Fecomercio-RJ, João Carlos Gomes, "o ganho real com a desaceleração da inflação, principalmente no setor de alimentos, fez com que a faixa de menor renda sentisse menos a inflação e, por conseqüência, aumentasse o consumo".O economista esclarece ainda, em comunicado, que a mudança de trajetória do Índice de Sensação de Inflação pode indicar uma tendência de desaceleração do indicador, para os próximos meses.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.