Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Índice do BC dos EUA sugere que recessão pode ter acabado

Registro da oitava alta consecutiva da média móvel é um forte indício da recuperação da economia, diz Fed

Nathália Ferreira, da Agência Estado,

26 de outubro de 2009 | 10h55

A economia dos EUA pode ter saído da recessão em setembro, de acordo com dados publicados nesta segunda-feira, 26, pelo Federal Reserve de Chicago, embora o índice que mede a atividade nacional tenha caído em setembro para -0,81, de -0,65 em agosto.

 

Veja também:

especialUm ano após auge da crise, economia se recupera

especialAs medidas do Brasil contra a crise

especialDicionário da crise 

especialComo o mundo reage à crise 

 

A média móvel em três meses do índice subiu para -0,63, de -0,96 em agosto, no oitavo ganho consecutivo, que colocou o dado acima de um marco estatístico acompanhado por economistas. O índice é um compêndio de dados econômicos existentes e estimados, e o Fed de Chicago disse que, em cada uma das últimas quatro recessões, o primeiro mês que esse índice passou de -0,70 "coincidiu de perto com o fim de cada recessão, conforme determinada pelo Birô Nacional de Pesquisa Econômica (NBER)".

 

Uma pesquisa publicada no mês passado pelo economista do Fed de Chicago Scott Brave sugeriu que o índice havia tido bom desempenho em determinar os períodos de começo da recessão e da recuperação.

 

O Fed de Chicago informou que o índice de atividade de setembro foi prejudicado pela queda nos dados de produção, consumo e imóveis. Os números de emprego, vendas, encomendas e estoques melhoraram no mês passado. O dado de atividade de agosto foi revisado em relação à estimativa original de -0,90. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
FedrecessãocriseEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.