Índice europeu de ações fecha em alta com ajuda de bancos

O mercado acionário europeu fechou emalta nesta sexta-feira, impulsionado por um alívio nos preçosdo petróleo e recuperação do setor bancário. De acordo com dados preliminares, o índice FTSEurofirst 300subiu 0,17 por cento, para 1.332 pontos. Com isso, as perdasacumuladas em maio diminuíram para 0,4 por cento. "Os dados econômicos que vieram dos Estados Unidos forambons... então isso ajudou a sustentar (o mercado). Nós tambémtivemos uma semana forte, já que é o final do mês", dissePhilippe Gijels, estrategista europeu do Fortis Bank, emBruxelas. "O que com certeza é positivo para os mercados de ações é aqueda do petróleo, e claro que esperamos que caia mais ediminua o temor de inflação." UniCredit, BNP Paribas e ING estiveram entre os destaquespositivos, com alta entre 1,3 por cento e 4 por cento. As grandes petrolíferas, como BP, Royal Dutch Shell eTotal, caíram entre 0,6 e 1,7 por cento, refletindo a baixa dopetróleo para cerca de 126 dólares após os recordes recentesacima de 135 dólares. Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em queda de0,24 por cento, a 6.053 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,59 por cento, para 7.096pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 avançou 0,77 por cento, para5.014 pontos. Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou em alta de 1,17 porcento, a 25.598 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou ganho de 0,45 porcento, a 13.600 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 teve variação positiva de 0,07por cento, a 10.597 pontos. (Reportagem de Amanda Cooper)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.