Índice europeu de ações fecha quase estável; farmacêuticas sobem

O índice das principais ações europeias fechou praticamente estável nesta segunda-feira, conforme preocupações com a recuperação econômica global pesaram sobre a confiança do investidor. Notícias sobre fusões e aquisições, contudo, deram algum suporte ao mercado.

REUTERS

30 de agosto de 2010 | 13h24

O índice FTSEurofirst 300 teve oscilação negativa de 0,08 por cento, aos 1.025 pontos. O volume de operações foi fraco, já que o mercado britânico esteve fechado devido a um feriado.

"O volume foi muito fraco por conta do feriado no Reino Unido. O interesse tem sido limitado, com o foco nas notícias de fusões e aquisições", disse Matthew Brown, operador da ETX Capital.

As ações da Zodiac dispararam 11 por cento, após o jornal La Tribune informar que o conglomerado francês Safran estava pronto para lançar uma oferta pela fabricante de peças para aeronaves. A Safran e a Zodiac não comentaram a notícia.

Papéis do setor farmacêutico figuraram entre os de melhor desempenho, com a francesa Sanofi-Aventis em alta de 0,9 por cento. A Genzyme rejeitou uma oferta de aquisição no valor de 18,5 bilhões de dólares da fabricante de remédios, dizendo que a quantia estava aquém do valor da companhia.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,65 por cento, para 5.912 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,58 por cento, a 3.487 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,59 por cento, a 19.699 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 recuou 0,12 por cento, a 10.136 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 encerrou em alta de 0,31 por cento, aos 7.388 pontos.

(Por Joanne Frearson)

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAEUROPAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.