Índice europeu fecha em leve baixa, mineradoras pesam

O índice europeu de ações fechou em leve baixa nesta quinta-feira, após dados mostrarem que o setor de serviços dos Estados Unidos contraiu-se inesperamente em novembro.

REUTERS

03 de dezembro de 2009 | 15h38

O FTSEurofirst 300, índice das principais ações europeias, caiu 0,15 por cento, para 1.014,20 pontos. O destaque negativo ficou para as mineradoras, que recuaram em meio à retração do preço do ouro.

"É uma recuperação frágil. Há preocupações de investidores de que, com a chegada de 2010, a retomada não seja o que nós esperamos. Ainda existirão tempos difíceis à frente", disse Howard Wheeldon, estrategista da BGC Partners.

As ações foram pressionadas após o setor de serviços dos Estados Unidos mostrar contração, de acordo com um relatório da indústria.

Em outras notícias econômicas, o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, anunciou uma série de decisões sobre retirar as medidas de estímulo para apoiar a liquidez no setor bancário. O BCE manteve as taxas de juros na mínima recorde de 1 por cento.

"Dada a extensão da depressão na atividade e somente uma recuperação modesta do crescimento até agora, as expectativas para um aperto significativo nas políticas continuam prematuras", disse Peter Hensman, estrategista global da Newton Investment Management.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em baixa de 0,27 por cento, a 5.313 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,2 por cento, para 5.770 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,08 por cento, para 3.799 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,19 por cento, para 22.615 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 avançou 0,31 por cento, para 11.905 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 encerrou em alta de 0,12 por cento, para 8.368 pontos.

(Reportagem de Joanne Frearson)

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAEUROPAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.