Reprodução/Google Street View
Reprodução/Google Street View

IGP-DI de abril desacelera a 0,41%, ante alta de 2,37% em março

Com o resultado, o índice acumulou uma elevação de 6,44% no ano; em 12 meses, houve aumento de 13,53%

Daniela Amorim, O Estado de S.Paulo

06 de maio de 2022 | 08h21

RIO - O Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) registrou alta de 0,41% em abril, após uma elevação de 2,37% em março, divulgou nesta sexta-feira, 6, a Fundação Getulio Vargas (FGV).

O resultado do indicador ficou dentro do intervalo das previsões do mercado financeiro, que ia de 0,15% a 1,20%, mas abaixo da mediana positiva de 0,75%, de acordo com as instituições ouvidas pelo Estadão/Broadcast.

Com o resultado, o IGP-DI acumulou uma elevação de 6,44% no ano. Em 12 meses, houve aumento de 13,53%.

A FGV informou ainda os resultados dos três indicadores que compõem o IGP-DI. O IPA-DI, que representa o atacado, teve elevação de 0,19% em abril, ante uma alta de 2,80% em março. O IPC-DI, que apura a evolução de preços no varejo, subiu 1,08% em abril, após aumento de 1,35% em março. Já o INCC-DI, que mensura o impacto de preços na construção, teve elevação de 0,95% em abril, depois da alta de 0,86% em março.

O período de coleta de preços para o índice de abril foi do dia 1º ao dia 30 do mês.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.