Evan Vucci / AP
Evan Vucci / AP

Índice mede quanto os tuítes de Trump movimentam o mercado

O banco J.P. Morgan analisa como os comentários do presidente na rede social influenciam a volatilidade dos juros nos EUA

O Estado de S.Paulo

09 de setembro de 2019 | 14h02

Os mercados financeiros ficaram tão enfeitiçados pelos tuítes do presidente Donald Trump que o J.P. Morgan criou um índice para ajudar a identificar quanta volatilidade eles estão criando. Os estrategistas do banco desenvolveram o índice "Volfefe" medindo quais tuítes de Trump desencadearam grandes movimentos nos rendimentos do Tesouro, um dos mercados mais seguidos do mundo.

O nome do índice foi escolhido em referência a um tuíte de maio de 2017 em que o presidente cometeu um erro de digitação e escreveu "covfefe" ao criticar a imprensa.

Os estrategistas descobriram que Trump está atualmente mais ativo no Twitter, com média de mais de 20 tuítes e retuítes por dia, contra cinco no início de 2017. Esses tuítes que movimentam os mercados geralmente se concentram no comércio e no Federal Reserve (Fed, o banco central americano) e incluem as palavras "China", "bilhão" e "ótimo".

Segundo o banco, o índice mostra que os tuítes de Trump explicam uma "fração mensurável" da volatilidade, particularmente nos mercados de taxas de curto prazo influenciadas pela política do Fed. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.