Índice Zew de sentimento econômico alemão recua pelo 3o mês seguido

O sentimento de analistas e investidores da Alemanha recuou em julho pelo terceiro mês consecutivo, mas pouco menos do que o esperado, ampliando as esperanças de que a maior economia da Europa permanece resiliente apesar de uma série de dados mais fracos em junho.

Reuters

20 de julho de 2012 | 13h22

A pesquisa mensal de sentimento econômico do instituto ZEW caiu para -19,6 em julho ante -16,9 em junho, ficando pouco acima da expectativa em pesquisa da Reuters com 38 economistas de queda para -20,0.

"A queda nas expectativas econômicas para o fim de 2012 está se estabilizando", disse o presidente do ZEW, Wolfgang Franz. "Isso pode ser um sinal de um desenvolvimento encorajador em 2013", acrescentou.

Mas ele acrescentou que os riscos não devem ser subestimados.

"Além da fraca demanda da zona do euro pelas exportações alemãs, a economia alemã também sofre com o enfraquecimento da dinâmica do crescimento em outros parceiros importantes."

O índice tem como base uma pesquisa com 273 analistas e investidores e foi realizada entre 2 e 16 de julho, de acordo com o ZEW.

(Reportagem de Eva Kuehnen e Sakari Suoninen)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROALEMANHASENTIMENTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.