Índices atingem mínimos na Ásia em meio a temores de recessão

As bolsas asiáticas fecharam nestasegunda-feira no seu pior nível em sete semanas, depois que osdados sobre o mercado de trabalho nos EUA, divulgados nasexta-feira, reascenderam os temores de recessão. As pressões inflacionárias também seguem sendo motivo depreocupação na Ásia. Dados mostraram nesta segunda-feira que ospreços ao produtor subiram 6,8 por cento em fevereiro emrelação ao mesmo período do ano anterior, seu pico máximo emtrês anos. "Estamos em uma situação terrível, já que as notíciaseconômicas seguem sendo ruins", disse Adnan Kucukalic,estrategista do Credit Suisse. "Nossa opinião é que a desaceleração vai acontecer no mundotodo. As coisas serão bastante desalentadoras nos próximosmeses", disse ele. O índice MSCI, que reúne as ações asiáticas não japonesas,teve queda de 1,94 por cento, depois de ter alcançado, durantea sessão, seu pior nível desde 23 de janeiro. O índice Nikkei, do Japão, fechou em queda de 1,96 porcento, em seu pior nível desde setembro de 2005. As ações da China caíram 3,6 por cento, enquanto na Índia,as ações caíram 0,44 porcento. Em Seul e Taiwan, a queda foi demais de 2 por cento. REUTERS CP

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.