Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Índices interrompem 3 dias de baixa e avançam

Os principais índices de ações europeus subiram nesta quinta-feira, interrompendo uma série de três dias de queda, à medida em que os ganhos de muitos bancos líderes ofuscavam ações de companhias de energia, que recuavam por conta da queda dos preços do petróleo.

REUTERS

14 de maio de 2009 | 13h50

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,48 por cento para 835 pontos. O indicador acumula alta de 29,4 por cento frente sua mínima recorde de 9 de março.

"O mercado não quer perder muito terreno", disse Mike Lenhoff, estrategista-chefe e diretor de pesquisa da Brewin Dolphin Securities, em Londres.

"Ele pode ter ficado um pouco à frente dele mesmo e pode precisar de um pouco de resfriamento. Mas está aqui porque está assumindo a visão de que existe uma recuperação fora daqui."

As ações de bancos recuperaram parte do terreno perdido nos últimos dias. Barclays, Credit Suisse, HSBC, Lloyds e Royal Bank of Scotland subiram entre 3,9 e 6,2 por cento. Mas os papéis do Natixix despencaram 13,6 por cento.

Os papéis do UBS avançaram 4,2 por cento a partir dos rumores de que o governo suíço está procurando uma grande saída para o investimento direcionado ao maior banco do país.

As ações de energia apresentavam as maiores perdas, acompanhando a queda de mais de 1 por cento do petróleo.

BP, ENI, Royal Dutch Shell, StatoilHydro e Total caíram entre 1,7 e 3,6 por cento.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta de 0,72 por cento, a 4.362 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX avançou 0,23 por cento, para 4.738 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,11 por cento, para 3.156 pontos.

Em MILÃO, o índice Mibtel caiu 0,42 por cento, a 15.280 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 recuou 0,18 por cento, para 8.984 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 teve valorização de 1,65 por cento, para 7.035 pontos.

(Reporting by Brian Gorman)

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAEUROPAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.