Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Índices mostram que inflação começa a ceder

Primeira prévia do IGP-M de agosto caiu 0,01%, ante aumento de 1,55% em igual prévia em julho

Alessandra Saraiva, da Agência Estado,

08 de agosto de 2008 | 08h16

Os índices de inflação divulgados nesta sexta-feira, 8, mostram que os preços começam a recuar. Calculada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), a primeira prévia do Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) de agosto caiu 0,01%, ante aumento de 1,55% em igual prévia em julho. Esta é a menor taxa para uma primeira prévia desde maio do ano passado, quando a taxa da primeira prévia caiu 0,19%.   Veja também: Mercado aposta em alta do juro e 'leve' queda da inflação Entenda os principais índices de inflação  Entenda a crise dos alimentos  De olho na inflação, preço por preço Saiba como controlar o orçamento em tempos de inflação   Também a inflação semanal (IPC-S) calculada pela FGV até o dia 7 de agosto recuou em relação à semana anterior. A alta foi de 0,44%. No índice anterior, de até 31 de julho, a Fundação apurou alta de 0,53%. O índice desta semana foi o menor resultado para o índice desde a terceira semana de março de 2008, quando o indicador subiu 0,23%.   O resultado do IGP-M ficou abaixo do piso das estimativas dos analistas do mercado financeiro ouvidos pelo AE-Projeções, que esperavam um resultado entre 0,11% e 0,57%, e foi inferior à mediana das expectativas (0,25%). A inflação semanal ficou perto do piso das estimativas dos analistas, que esperavam um resultado entre 0,42% e 0,62% e se posicionou abaixo da mediana das expectativas (0,51%).   Índice que reajusta aluguéis sobe 8,70% no ano   O recuo do IGP-M foi puxado pela queda de 0,24% dos preços no Atacado (IPA). Este índice representa 60% do total do índice. Na primeira prévia de julho, os preços no atacado haviam subido 1,97%.   Por sua vez, o IPC, que tem 30% de participação no IGP-M, registrou avanço de 0,07% na prévia divulgada hoje, ante alta de 0,42% na primeira prévia de julho. Já o INCC, que representa 10% do total do IGP-M, teve alta de 1,40% na primeira prévia de agosto, ante elevação de 1,38% na primeira prévia de julho.   O resultado acumulado do IGP-M é usado como índice de reajuste na maioria dos contratos de aluguel. Até a primeira prévia de agosto, o indicador acumula elevações de 8,70% no ano e de 13,99% em 12 meses.   Preços agrícolas em queda   Dentro dos preços no atacado, a maior queda foi verificada nos produtos agrícolas. A baixa foi de 2,91%, ante aumento de 3,49% na primeira prévia do mesmo indicador em julho. Já os preços dos produtos industriais no atacado tiveram aumento de 0,82% na primeira prévia de agosto, ante elevação de 1,38% em igual prévia em julho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.