Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Indonésia abre importação de 5 frigoríficos do Brasil

O Ministério da Agricultura confirmou hoje que as autoridades sanitárias da Indonésia aprovaram cinco frigoríficos brasileiros a iniciarem as exportações de carne bovina para aquele país. A aprovação das unidades ocorre 16 meses depois da visita de uma missão técnica da Indonésia ao Brasil, que vistoriou as condições sanitárias, especialmente as relacionadas à febre aftosa, e também as condições de abate das indústrias nacionais. O ministério não informou quais são as empresas autorizadas.

ALEXANDRE INACIO, Agencia Estado

14 de agosto de 2009 | 19h22

Em nota distribuída pelo Ministério da Agricultura, o secretário de Defesa Agropecuária, Inácio Kroetz, diz que a Indonésia é um país bastante restritivo em relação às exigências para aquisição de carne bovina e, até este anúncio, não estavam autorizadas as importações de produtos procedentes de áreas livres de febre aftosa. "Trata-se de mercado de extremo interesse, por se tratar do país muçulmano mais populoso do mundo, com grande potencial importador, hoje atendido pela produção da Austrália", disse o secretário, na nota.

A abertura do mercado da Indonésia era esperada em julho do ano passado, quando o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, juntamente com um grupo de empresários brasileiros, participou de uma visita ao país. O potencial de importação de carne é da ordem de 450 mil toneladas por ano, mas até agora o país importa apenas 50 mil toneladas. As outras 400 mil toneladas são adquiridas a partir da importação de gado, para que o abate seja realizado dentro do país, seguindo os padrões islâmicos. Dentro desse cenário, o Brasil teria condições de atender, num primeiro momento, uma demanda de 60 mil toneladas de carne in natura.

A confirmação da abertura de um novo mercado poderá ter reflexos nos preços da carne bovina no mercado interno. Atualmente, a arroba do boi gordo é negociada a R$ 79,00 no mercado físico e está sofrendo pressão por conta da fraca demanda no consumo interno. Analistas do mercado têm comentado continuamente que o aumento das exportações seria uma das poucas formas de levar os preços do boi gordo para os patamares de R$ 90,00 por arroba, alcançados em maio deste ano.

Tudo o que sabemos sobre:
carneIndonésia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.