Indústria comemora queda nos juros

O setor industrial paulista comemorou a queda de 0,25 ponto percentual dos juros básicos, determinada nesta quarta-feira pelo Banco Central (BC). "O Banco Central quebrou o gelo, tirou a camisa de força. Com isso, demostrou que ele pensa na evolução da economia do Brasil a longo prazo, de dois anos a três anos", afirmou Clarice Messer, diretora de pesquisas e estudos econômicos da Fiesp.A diretora acredita que o BC manterá uma tendência de queda de juros nas próximas reuniões do Comitê de Política Monetária (Copom). Segundo ela, o reflexo do corte dos juros na produção industrial só deve acontecer dentro de nove meses. "Mas já haverá uma mudanca nos juros pós-fixados, que tendem a cair", disse ela.Clarice Messer disse que ainda não é possível estipular quando a indústria volta a contratar por causa de um possível aquecimento econômico.

Agencia Estado,

20 de fevereiro de 2002 | 20h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.