Indústria da zona do euro cresceu 0,9% em janeiro

A produção industrial na zona do euro superou as expectativas em janeiro ao mostrar crescimento de 0,9% em relação a dezembro, mesmo com a desaceleração do crescimento global e o fortalecimento do euro. Em relação a janeiro do ano passado, a produção aumentou 3,8%, segundo dados da agência de estatísticas da União Européia, a Eurostat. Economistas previam crescimento de 0,4% no mês e 2,6% em relação ao ano passado. A zona do euro é composta por 15 países da Europa que têm em comum o euro como unidade monetária.O aumento de 0,9% da produção em janeiro foi o maior em cinco meses, impulsionado pela produção de bens de capitais (máquinas e equipamentos) e bens de consumo duráveis. A Eurostat revisou os dados de dezembro para mostrar estabilidade no mês, de queda estimada inicialmente de 0,2%, e crescimento de 1,7% em relação ao ano anterior, de um ganho estimado originalmente de 1,3%. Em janeiro, todas as quatro maiores economias da zona do euro (Alemanha, França, Itália e Espanha) registraram aumento na produção. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.