Indústria de bebidas investirá em garrafa retornável

A Associação dos Fabricantes de Refrigerantes do Brasil (Afrebras) anunciou hoje a obtenção de um financiamento no valor de R$ 20 milhões com a Caixa Econômica Federal (CEF) que será utilizado na produção de garrafas de vidro retornáveis. Segundo o presidente da entidade, Fernando Rodrigues de Bairros, os recursos serão totalmente encaminhados ao projeto Garrafa Sustentável, resultando na uniformização da produção e do transporte de garrafas em vidro retornáveis entre os cerca de 130 pequenos e médios fabricantes de refrigerantes representados pela associação.

TATIANA FREITAS, Agencia Estado

30 de junho de 2009 | 20h06

"Individualmente, os nossos associados não tinham capacidade para o desenvolvimento de embalagens em vidro. Encontramos uma forma de fazer um investimento coletivo e de fazer com que as garrafas circulem no País inteiro", disse Bairros. As garrafas serão produzidas em três tamanhos (200 ml, 290 ml e 1.000 ml) em duas fábricas da Saint-Gobain, localizadas no Rio Grande do Sul e em São Paulo. A estimativa é de que, no primeiro ano de implantação, o programa Garrafa Sustentável seja responsável pela produção de 20 milhões de garrafas. No segundo ano, a expectativa é de que sejam produzidas mais 20 milhões. A Afrebras representa aproximadamente 50% dos fabricantes de refrigerantes do País.

Tudo o que sabemos sobre:
bebidasvidrogarrafas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.