Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Indústria deve contratar mais até fevereiro, aponta FGV

Índice de Confiança da Indústria relativas à contratações teve o melhor resultado nos últimos 12 meses

Alessandra Saraiva, da Agência Estado,

30 de novembro de 2007 | 08h28

A avaliação das empresas sobre seus negócios, no momento atual, foi favorável em novembro. É o que revela a Fundação Getúlio Vargas (FGV), que anunciou nesta sexta-feira, 30, o Índice de Confiança da Indústria (ICI), indicador-síntese da Sondagem Conjuntural da Indústria de Transformação, e que registrou queda de 1,7% em novembro ante outubro. A fundação também divulgou que as empresas prevêem aumento nas contratações até fevereiro de 2008, a maior evolução nos últimos 12 meses. Mesmo com a queda, ao detalhar o resultado de novembro, a FGV esclareceu que houve respostas positivas em alguns quesitos da pesquisa. É o caso da parcela de empresas pesquisadas que avaliam a situação atual dos negócios como boa, que subiu de 26% para 41%, de novembro de 2006 para novembro de 2007. No mesmo período, caiu de 8% para 4% o porcentual de companhias que avaliam a atual situação de negócios como fraca. No campo das expectativas, também houve respostas favoráveis. De acordo com o comunicado da fundação, "a maior evolução nos últimos 12 meses ocorreu nas previsões relativas à contratação de pessoal pela indústria". Das 1.068 empresas consultadas, 36% prevêem aumento do contingente de mão-de-obra nos próximos três meses e 12%, redução. Em novembro de 2006, estas proporções foram, respectivamente, de 22% e 16%.

Tudo o que sabemos sobre:
confiançaindústriascrescimentoFGV

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.