Indústria deve crescer 7,9%, prevê Ipea

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), órgão do Ministério do Planejamento, está prevendo crescimento da produção industrial de maio de 7,9% na comparação com o mesmo mês do ano passado e de 2,1% em relação a abril, com o ajuste para tirar os efeitos típicos da época do ano. A estimativa é do Indicador Ipea composto por informações referentes aos setores de papelão, aço e veículos, que já divulgaram seus dados sobre o mês passado.A previsão indica que a expansão industrial se acelerou no mês passado. Em abril, a produção ficou estável em relação a março, variando só 0,1% e ante o mesmo mês do ano passado aumentou 6,7%, segundo o IBGE. ?É certo que o segundo trimestre fecha com crescimento?, diz a pesquisadora Mérida Medina, responsável pelo trabalho junto com Felipe Pinheiro.De acordo com ela, porém, o indicador para maio não justifica uma revisão para cima da previsão de crescimento econômico do País para este ano feita pelo Ipea, que é de 3,6% ?até porque maio do ano passado é uma base de comparação muito fraca?. O auge da retração do ano passado foi em junho. Com a estimativa do Ipea, a produção industrial acumularia nos primeiros cinco meses do ano expansão de 6,5% contra igual período de 2003. Em 12 meses até maio, a expansão seria de 2,8%.

Agencia Estado,

17 de junho de 2004 | 21h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.