Indústria deve fechar 100 mil vagas este ano

O emprego industrial em São Paulo deve terminar 2014 com 100 mil vagas fechadas, segundo projeção da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) divulgada ontem. Segundo a entidade, isso significa um recuo de 4,5% no número de vagas, queda maior do que em todo o Brasil (-3,8%).

IGOR GADELHA, O Estado de S.Paulo

21 de agosto de 2014 | 02h05

Caso esse resultado se confirme, a Fiesp estima que, em três anos, serão 200 mil empregos menos na indústria paulista.

Na avaliação do diretor de economia da Fiesp, Paulo Francini, a tendência é de que o comportamento do emprego na indústria neste ano se aproxime do pior resultado da série histórica (iniciada em 2006), verificado em 2009. Ano em que, de acordo com ele, os reflexos da crise econômica de 2008 nos Estados Unidos foram mais sentidos na economia.

Ainda segundo a expectativa da Fiesp, a participação da indústria de transformação deverá recuar mais uma vez em 2014, atingindo 12,6% (mesmo nível observado em 1954). Isso representa uma queda de quase 50% em relação ao verificado em 1992, quando esse porcentual era de 24,8%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.