finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Indústria do País segue otimista em relação aos negócios

Índice de confiança do setor, medido pela FGV, bate novo recorde em agosto, aos 121,8 pontos

REUTERS

30 de agosto de 2007 | 08h57

A atividade industrial no País registrou um ótimo desempenho na primeira metade do ano, e o cenário estimado pelo setor para os próximos meses não é diferente.  Pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas, divulgada nesta quinta-feira, 30, mostra que índice de confiança do setor atingiu em agosto novo recorde, aos 121,8 pontos, praticamente no mesmo patamar de julho (121,7).  "O resultado revela que a indústria de transformação continua aquecida e com boas perspectivas para os últimos meses do ano", afirmou a FGV em comunicado.  De acordo com o levantamento, que ouviu 1.095 empresas no País, 50% das indústrias prevêem aumento da produção nos próximos três meses. Apenas 4% estimaram uma queda. "Em agosto de 2006, estas parcelas eram, respectivamente, de 39% e 13%", informou a FVG.  Os dados da pesquisa foram coletados entre os dias 1º e 28 de agosto.

Tudo o que sabemos sobre:
MACROINDUSTRIACONFIANCA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.