Indústria do RJ apura queda de 9,2% nas vendas em doze meses

As vendas reais da indústria do estado do Rio de Janeiro cresceram 2,9% em setembro na comparação com agosto, mas apresentaram queda de 9,2% na comparação com setembro do ano passado. Os dados foram divulgados hoje pela Federação das Indústrias do Rio (Firjan). A utilização da capacidade instalada no Estado permaneceu praticamente estável de agosto (76,8%) para setembro (77,4%). Segundo a Firjan, a queda nas vendas na comparação com setembro do ano passado foi influenciada especialmente pelo desempenho do setor químico que registrou queda de 24,96% nessa base de comparação. Por outro lado, a alta registrada de agosto para setembro sofreu impacto dos bons desempenhos dos segmentos de materiais não-metálicos (73,17%) e mecânico (43,21%). O pessoal ocupado na indústria fluminense recuou 0,2% em setembro ante agosto e registrou queda de 2,4% ante setembro do ano passado. Segundo a Firjan, os dados de setembro mostram que "a recuperação na indústria fluminense se dá de forma lenta, mas insuficiente para gerar comparações positivas no confronto com o ano passado". Segundo a entidade, o prosseguimento na queda das taxas de juros "tende a contribuir cada vez mais para o prosseguimento desta retomada, ainda que um crescimento sustentado e continuado das vendas dependa da elevação dos investimentos".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.