Indústria fecha 2010 com arrefecimento, mostra CNI

A indústria brasileira terminou 2010 com uma performance mais moderada à que vinha sendo observada anteriormente, segundo sondagem da Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgada nesta quinta-feira.

REUTERS

27 de janeiro de 2011 | 10h14

O indicador que mede a evolução da produção ficou em 44,7 pontos em dezembro, mostrando recuo em relação aos 52,7 pontos de novembro.

Como a taxa de dezembro é inferior a 50, isso indica queda da produção em relação ao mês anterior. Números entre 50 e 100, por outro lado, indicam evolução.

Segundo a CNI, a produção ficou negativa em apenas outro mês de 2010: em janeiro (49,2 pontos).

A evolução do emprego na indústria, porém, continua apontando alta, com índice de 52,2 pontos em dezembro, mas esse número é o menor dos últimos seis trimestres, o que, segundo a CNI, mostra arrefecimento.

Quando questionados sobre as expectativas para os próximos seis meses, os empresários disseram acreditar que a demanda continuará crescente. O componente que mede as projeções para a demanda do próximo semestre ficou em 58,1 pontos em janeiro, ante 55,2 pontos em dezembro.

(Reportagem de Leonardo Goy)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROCNIPESQUISA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.