Indústria japonesa adia início de produção no Brasil

A Daikin Industries Ltda vai adiar o início da produção de sistemas industriais de ar condicionado no Brasil, para 2004, por causa da instabilidade econômica no País, que provocou a forte desvalorização do real, disseram fontes da empresa ao jornal Nihon Keizai Shimbun. A companhia planejava iniciar a produção, conjunta com a norte-americana Trane Co., de aparelhos de pequeno e médio porte numa fábrica a ser construída num terreno da empresa americana, até o fim deste ano. Mas a Daikin decidiu adiar o plano alegando que a política econômica do País deve mudar com o governo que será eleito, segundo o jornal. A Daikin também decidiu produzir aparelhos mais baratos do que o planejado originalmente, porque os modelos mais caros não deverão ter demanda no Brasil e na Argentina, para onde a Daikin deve exportar os produtos fabricados no Brasil. A companhia planeja desenvolver os modelos até o fim de 2003 e iniciará a produção de 20 mil unidades por ano no Brasil em 2004.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.