Indústria paulista cresce 8,1%

Pesquisa sobre a produção industrial, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revela que a indústria paulista cresceu 8,1% no primeiro quadrimestre do ano, na comparação com mesmo período de 1999. O resultado é superior à média nacional - 6,6%.A pesquisa mostrou também que a indústria paulista registrou em abril a sétima alta consecutiva na comparação mês a mês, com crescimento de 3,5% em relação a março. Os setores mecânico e de material de transporte foram os que mais influenciaram o resultado, com altas de 11,5% e 9,6%, respectivamente. Minas Gerais é a região com melhores resultados A pesquisa do IBGE analisou a produção em todos os Estados do País. Minas Gerais foi a região que mais cresceu no acumulado do primeiro quadrimestre, com alta de 11,1%. Os maiores impulsionadores foram os setores metalúrgico (14,5%) e de alimentos (28,7%). No Rio Grande Sul, que obteve crescimento de 10,2%, a influência principal foi a indústria química, que cresceu 26,6%. Abaixo da média nacional de produção no primeiro quadrimestre do ano, estão Santa Catarina (5%), região Sul (4,8%), Rio de Janeiro (3,1%) e Nordeste (1,8%). Pernambuco e Paraná tiveram resultados negativos de 8,4% e 5,6%, respectivamente. Na análise do mês de abril, na comparação com março, o IBGE verificou que a produção industrial cresceu em nove de 12 regiões pesquisadas. Ceará e Espírito Santo foram os Estados com maiores altas, de 5,3%. Já a região Sul registrou sua primeira queda, de 1,3%, desde agosto do ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.