Indústria paulista deve crescer 2,3% em agosto, diz FGV

Índice registra queda de 9,2% na comparação dos últimos 12 meses com o ano anterior, a maior desde 1992

Alessandra Saraiva, Agência Estado

14 de setembro de 2009 | 08h25

A produção de agosto da indústria paulista deve subir 2,3% ante julho. É o que mostra o Sinalizador da Produção Industrial (SPI) de São Paulo, divulgado nesta segunda-feira, 14. Em julho, o índice subiu 2,5% ante junho na série com ajuste sazonal - sendo que a produção de São Paulo apresentou alta de 1,4% naquele mês, no mesmo tipo de comparação, de acordo com dados oficiais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O objetivo do indicador, elaborado por meio de parceria entre a Fundação Getúlio Vargas (FGV) e a AES Eletropaulo, é o de antecipar tendências da atividade industrial do Estado paulista. Em comunicado, as instituições informam que, na comparação com agosto do ano passado, o SPI recuou 7,5% em agosto deste ano. Em julho de 2009, o sinalizador apurou queda de 11,9% ante igual mês em 2008.

A fundação e a AES informaram ainda que, na comparação dos últimos 12 meses até agosto, com os 12 meses imediatamente anteriores, a taxa do SPI foi negativa, de 9,2% - a mais intensa queda da série histórica iniciada em 1992, nesta forma de comparação. As instituições informaram ainda que, na série sem ajuste sazonal, o SPI teve aumento de 3,1% em agosto ante julho, em comparação com o avanço de 7,2% em julho ante junho, nessa mesma série.

Tudo o que sabemos sobre:
indústriaFGVsinalizador

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.