Indústria paulista produz menos e demite mais

A indústria paulista está produzindo menos, demitindo mais e a perspectiva é de nova queda na atividade nos próximos meses, informou hoje a federação do setor. O Indicador do Nível de Atividade (INA) registrou queda de 0,2% em maio em relação a abril, com ajuste sazonal. O desemprego subiu 0,3% no mesmo período, também com ajuste sazonal. Já o salário real médio teve uma pequena recuperação de 0,3%. "A despeito da estabilidade de maio, o ciclo de estoques cria expectativa de desaceleração nos próximos meses", disse a Fiesp. Na comparação com maio de 2002, houve um crescimento de 0,5% no INA. No acumulado de janeiro a maio, o INA subiu 0,7% em relação a igual período do ano passado. Segundo a entidade, as vendas cresceram 0,9% em maio em relação a abril, mas as vendas reais (descontada a inflação) caíram 0,6%, o que aponta para a diminuição da produção em junho, devido a uma formação involuntária de estoques. A utilização da capacidade instalada da indústria de transformação paulista ficou em 81,1% em maio, contra 81,6% no mesmo mês do ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.