Indústria pede fim da tarifa para importação de trigo

A Argentina não garante fornecimento de trigo para o Brasil e por isso a indústria pedirá ao governo brasileiro que retire a Tarifa Externa Comum (TEC) de 10% para importação de mais três milhões de toneladas de trigo dos Estados Unidos e do Canadá. "Vamos solicitar ao governo brasileiro que nos permita importar esse volume de trigo para abastecer nosso mercado sem alíquota porque não sabemos quando haverá trigo argentino", disse o presidente do Conselho Deliberativo da Associação Brasileira da Indústria (Abitrigo), Luiz Martins, logo após reunião com representantes do governo e da indústria argentina, em Buenos Aires. Até o momento, o governo brasileiro autorizou a importação de 1 milhão de toneladas de trigo sem TEC até 30 de junho, sendo que 600 mil toneladas já foram adquiridas, segundo a indústria.Martins recordou que, em fevereiro, o governo argentino havia prometido reabrir as exportações de trigo no dia 3 de março, mas essa data já foi adiada cinco vezes, sendo que o último adiamento, no dia 18 passado, foi por tempo indeterminado. "Eles nos disseram que só poderiam nos dar uma resposta de quando vão voltar a exportar depois de solucionar os problemas internos com o setor", contou Martins. "Isso nos preocupa porque ninguém tem trigo estocado para abastecer o mercado brasileiro e o governo baixou a alíquota para importar somente um milhão de toneladas", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.