Indústria sofreu com tributação alta no 2º trimestre, diz estudo

Análise da Confederação Nacional da Indústria acusa carga tributária pesada como principal problema do setor

Laís Alegretti, da Agência Estado,

19 de julho de 2013 | 12h52

SÂO PAULO - Um levantamento divulgado nesta sexta-feira, 19, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) aponta que a elevada carga tributária foi o principal problema enfrentado pela indústria no segundo trimestre do ano.

A pesquisa foi feita entre 1º e 12 de julho com 1.953 empresas. O item competição acirrada de mercado aparece em segundo lugar entre os problemas, seguido do alto custo da matéria-prima. A taxa de câmbio está na sexta posição e taxas de juros elevadas, em oitavo lugar.

A CNI aponta, ainda, que as condições financeiras são as piores em quatro anos. O índice de satisfação com as margens de lucro recuou pelo segundo trimestre consecutivo, para 42,2 pontos. O resultado do segundo trimestre de 2013 é o menor desde o segundo trimestre de 2009. Os preços das matérias-primas continuaram a crescer no segundo trimestre do ano, na comparação com o anterior, segundo a CNI.

A satisfação dos empresários com a situação financeira de suas empresas também caiu no trimestre. O índice recuou de 48,5 para 47,5 pontos. Além disso, a pesquisa aponta que as empresas estão enfrentando considerável dificuldade de acesso ao crédito. O índice de facilidade de acesso ao crédito recuou 1,5 ponto no trimestre, atingindo 40,8 pontos. Esse resultado também é o menor desde o segundo trimestre de 2009.

Tudo o que sabemos sobre:
IndústriaCNI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.