bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Infarto mata presidente da Arthur Andersen no Brasil

O presidente da Arthur Andersen no Brasil, João Paulo Gonçalves, faleceu vítima de infarto. Segundo fontes consultadas pela Agência Estado, o executivo principal da companhia norte-americana no Brasil não resistiu à tensão provocada pela crise gravíssima enfrentada pela empresa e que pode levá-la à concordata.A morte do presidente da Arthur Andersen ocorreu na quinta-feira, dia 7 de março. No dia 8, a empresa divulgou o fato em anúncios de falecimento publicados em jornais de São Paulo. No lugar de João Paulo Gonçalves assumiu imediatamente o sócio-presidente da Arthur Andersen, no Brasil, Vitorio Trabulsi.A crise da Arthur Andersen deve-se ao seu envolvimento com a multinacional norte-americana de energia Enron. A Enron foi à falência devido a fraudes que podem representar um rombo de US$ 1,5 bilhão e uma dívida superior a US$ 13 bilhões.A Arthur Andersen, que deveria periciar os resultados contábeis da companhia, é acusada de acobertar fraudes e destruir documentos da Enron, que mostram e provam as fraudes efetuadas pela empresa.

Agencia Estado,

16 de março de 2002 | 11h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.