Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Inflação agropecuária sobe 1,83% em setembro, diz FGV

O índice de preços do setor agropecuário registrou alta de 1,83% em setembro, em comparação à queda de 0,45% apurada no mês anterior, no âmbito do IGP-10, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV). A instituição informou ainda que os preços dos produtos industriais no atacado tiveram alta de 1,32% em setembro, em relação à elevação de 0,43% em agosto.

IDIANA TOMAZELLI, Agencia Estado

16 de setembro de 2013 | 08h41

Dentro do Índice de Preços por Atacado segundo Estágios de Processamento (IPA-EP), que permite visualizar a transmissão de preços ao longo da cadeia produtiva, os preços dos bens finais caíram 0,02% em setembro, em comparação com alta de 0,13% em agosto. Por sua vez, os preços dos bens intermediários tiveram aumento de 1,87% este mês, após avançar 0,94% no anterior.

Vestuário

O preço dos artigos de vestuário foi um dos principais pesos para a aceleração do IGP-10 em setembro. A taxa nesse grupo passou de -0,93% em agosto para 0,25% em setembro. No IPA-10, que mede os preços no atacado, os bens finais caíram 0,02% em setembro, ante alta de 0,13% em agosto. A principal contribuição para essa desaceleração foi o subgrupo de alimentos processados, cuja taxa passou de 1,41% para 0,80%.

Os preços da soja e da laranja impulsionaram a aceleração no grupo de matérias-primas brutas. Na passagem de agosto para setembro, a soja em grão saiu de deflação de 2,30% para alta de 6,84%. O farelo de soja acelerou a alta de 1,20% para 10,73% em setembro. A laranja exerceu a principal influência positiva, com aumento de 22,92% neste mês, ante 2,47% em agosto.

Nos preços ao consumidor, o item Alimentação também contribuiu para a aceleração do índice. "Nesta classe de despesa, vale mencionar o comportamento do item hortaliças e legumes, cuja taxa passou de -12,03% para -7,87%", diz relatório da FGV.

Tudo o que sabemos sobre:
IGP-10FGVsetembroagropecuária

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.