Inflação ainda é ameaça, diz economista

Parte do mercado ainda acha cedo para o Banco Central retomar a trajetória de queda da taxa Selic. Segundo o economista-chefe da Itaú Corretora, Marcelo Carvalho, o momento ainda é de cautela, apesar da queda apresentada no IGP-M. "Acho que a gente tem de ter cautela na leitura desses números, porque em primeiro lugar a composição dele (IGP-M) não foi tão favorável assim. A queda foi principalmente puxada pelo IPA agrícola, que é bastante volátil, e o IPA industrial veio um pouco mais forte", ressalvou o economista em entrevista ao Conta Corrente, da GloboNews."Além disso, a expectativa é de um IPC-A relativamente alto, ao redor de 0,6, 0,7 ou 0,9% (a ser divulgado na sexta-feira). Portanto, seria ainda cedo para o Banco Central retomar já na semana que vem o processo de queda dos juros", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.