Inflação alta prejudicou desempenho dos supermercados em abril

As vendas do setor supermercadista brasileiro registraram retração de 3,22% no mês de abril ante igual mês de 2004, em termos reais. Na comparação com março a queda foi de 9,63%. No primeiro quadrimestre do ano, no entanto, as vendas apontaram crescimento real de 5,45%.O recuo em abril, segundo a Associação Brasileira de Supermercados (Abras), responsável pelo levantamento, reflete o efeito calendário, pois a Páscoa de 2004 foi comemorada em abril (em vez de março, como neste ano). A entidade destacou também o aumento da inflação em abril - que ficou em 0,87%, de acordo com o IPCA, sendo a maior taxa desde julho de 2004.Já o crescimento das vendas do setor supermercadista brasileiro no acumulado deste ano até abril, na avaliação da Abras, é um reflexo mais fiel das vendas do setor, pois desconsidera efeitos sazonais.Em valores nominais, as vendas dos supermercados em abril caíram 8,85% em relação a março e cresceram 4,59% sobre abril de 2004. No quadrimestre, o aumento foi de 13,45% (ainda em termos nominais).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.