Inflação ao Consumidor da China sobe 7,1% em janeiro

O Índice de Preços ao Consumidor anual da China ficou em 7,1% em janeiro, na maior alta desde setembro de 1996, provavelmente reforçando as expectativas de que Pequim irá manter sua política monetária apertada. A alta ficou em linha com as previsões dos analistas, que estimavam inflação de 7,0%. Em dezembro, a alta foi de 6,5%. Os preços dos alimentos registraram aumento de 18,2%, principalmente por causa da carne de porco, que subiu 59%, reflexo dos prejuízos provocados pelas tempestades de neve no mês passado. Os preços dos produtos não-alimentícios tiveram alta de 1,5%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.