Inflação ao consumidor na Espanha sobe para 2% em setembro

CPI foi parcialmente afetado pela elevação dos preços dos combustíveis e lubrificantes

Hélio Barboza, da Agência Estado,

29 de setembro de 2010 | 08h07

Os preços ao consumidor na Espanha se aceleraram em setembro, parcialmente como resultado da elevação dos preços dos combustíveis e lubrificantes, informou o Instituto Nacional de Estatísticas (INE).

Na estimativa preliminar para o mês, o INE apontou que o índice de preços ao consumidor (CPI) harmonizado com o indicador da União Europeia teve alta de 2% sobre o de setembro do ano passado, comparado a uma alta anual de 1,8% em agosto.

Na Itália, preços ao produtor avançam 0,2%

Os preços ao produtor na Itália subiram 0,2% em agosto sobre o mês anterior, ligeiramente acima das expectativas, segundo o instituto de estatísticas Istat.

O índice de preços ao produtor de agosto teve alta de 3,5% sobre o do mesmo mês do ano passado, como resultado da elevação dos preços de energia no período. A previsão dos analistas era de uma alta de 0,1% no índice mensal e de 3,5% no ano. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.