Inflação ao consumidor na zona do euro tem alta recorde

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da zona do euro (15 países europeus que compartilham a moeda) não foi revisado ante a estimativa preliminar e continuou a apontar a alta de 3,1% em dezembro de 2007, a maior taxa já registrada pelo Banco Central Europeu (BCE). O resultado assegura que um aumento dos juros deve continuar uma opção para o BCE, mesmo em um momento de desaceleração da economia. Em termos mensais, o CPI subiu 0,4% em dezembro do ano passado, abaixo da alta de 0,5% registrada em novembro do mesmo ano.O resultado anual repetiu a variação de novembro e segue acima da meta do BCE de inflação "perto, mas abaixo de" 2%, segundo os dados da agência de estatística da União Européia, o Eurostat. O dado ficou em linha com as previsões. A outra vez que o CPI subiu 3,1% foi em maio em 2001 e o indicador não repetiu o feito desde o início da série, em janeiro de 1997. Já o núcleo do CPI - que exclui os preços de energia, alimentos, álcool e tabaco - ficou em 1,9% pelo terceiro mês seguido em dezembro de 2007. Na comparação com novembro do mesmo ano, no entanto, o núcleo subiu 0,5%. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.