Inflação ao consumidor na zona do euro tem maior alta desde novembro de 2008

CPI subiu 1,7% em julho em comparação com o mesmo mês do ano passado

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

30 de julho de 2010 | 07h22

Os preços ao consumidor nos 16 países que usam o euro subiram no ritmo mais rápido em 20 meses em julho, levando a inflação a ficar em linha com a definição de estabilidade de preços do Banco Central Europeu (BCE).

A Eurostat, agência de estatísticas oficial da União Europeia, afirmou que o índice de preços ao consumidor (CPI, em inglês) subiu 1,7% em julho, em comparação com o mesmo mês do ano passado, em linha com as estimativas dos analistas. Em junho, o índice de preços ao consumidor avançou 1,4%.

Os números de julho representam o crescimento mais rápido do índice desde novembro de 2008, quando a inflação foi de 2,1%.

A alta da taxa de inflação na zona do euro refletiu basicamente uma aceleração dos preços da energia e dos alimentos, disseram os analistas.

Na Espanha, o índice de preços ao consumidor aumentou 1,9% em julho, em comparação com igual mês de 2009, superando a taxa de 1,5% de junho. Na Alemanha, a inflação foi de 1,2%, ante 0,8% no mês passado.

O BCE define a estabilidade de preços como uma taxa de inflação anual pouco abaixo de 2% no médio prazo, ou em 18 a 24 meses.

A divulgação completa dos dados da inflação da zona euro de julho está prevista para o dia 16 de agosto. As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
cpizona do eurojulhobce

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.