Inflação argentina é de 1,5% na 1ª quinzena do ano

Depois de 11 anos com inflação baixíssima ou negativa, na primeira quinzena do mês a Argentina registrou inflação de 1,5%, informou o vice-ministro da Economia Jorge Todesca. Na semana passada, a alta foi de 0,5%. "O comportamento dos preços foi muito bom. O número é pouquíssimo representativo", afirmou Todesca.O vice-ministro disse que a inflação não foi divulgada antes "porque parecia prudente esperarmos o fim do mês. Precisamos ser muito cautelosos, e não sair por aí anunciando conquistas". Na mensagem orçamentária enviada ao Congresso, o presidente Duhalde previu um índice de inflação de 8% para 2001. Mas segundo o secretário de Defesa do Consumidor, Hugo Miguens, desde a desvalorização do peso os preços já subiram 5%.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.