Inflação cai para 0,23% na segunda prévia do IPC

A segunda prévia do Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) da USP, foi de 0,23%. O IPC ficou dentro da margem prevista pelos analistas ouvidos pela Agência Estado, que apostavam num intervalo entre 0,22% e 0,35%. Apesar do resultado menor em relação à primeira quadrissemana do mês (0,28%), quatro itens pesquisados apresentaram alta na comparação com a pesquisa divulgada na semana passada e três registraram queda. A maior variação do período foi mais uma vez Vestuário, que subiu 1,74% ante 1,48% da primeira prévia. A segunda maior alta foi Saúde com 0,87% (0,62% na semana passada), seguida por Habitação (0,69% ante 0,56% da primeira prévia). Alimentação, que havia ficado estável na última pesquisa, apresentou retração de 0,47%. Transportes, que vem registrando queda desde a segunda quadrissemana de maio, ampliou ainda mais a baixa na segunda prévia do mês, caindo 0,91%. Veja as variações dos itens que compõem o IPC: Habitação: +0,69%; Alimentação: -0,47%; Transportes: -0,91%; Despesas Pessoais: +0,76%; Saúde: +0,87%; Vestuário: +1,74%; Educação: +0,20%; Índice Geral: +0,23%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.