Inflação da Zona do Euro tem a maior alta desde maio de 2001

No ano, inflação está em 3,1%, acima da meta de 2% estipulada pelo Banco Central Europeu (BCE)

Agências Internacionais,

14 de dezembro de 2007 | 14h03

O Eurostat, escritório de estatística da União Européia, informou que os preços ao consumidor na zona do euro subiram 0,5% em novembro, em relação a outubro, com alta de 3,1% em comparação com novembro do ano passado. A estimativa preliminar era de alta de 0,5% no mês e 3,0% no ano. Em outubro, o índice de preços ao consumidor harmonizado da zona do euro havia subido 0,5% em relação ao mês anterior, com alta de 2,6% em relação ao mesmo mês de 2006.   A alta anual verificada em novembro se iguala à elevação recorde registrada em maio de 2001. A meta do Banco Central Europeu (BCE) para 2007 é 2%.   Segundo o Eurostat, a alta dos preços em novembro foi liderada pelos preços da energia, com elevação anual de 9,7% (de +5,5% em outubro), e pelos alimentos, que subiram 4,3% (de +3,8% em outubro). O núcleo do índice de preços ao consumidor, que exclui os preços de energia e alimentos, subiu 0,1% em relação a outubro, com alta de 1,9% em comparação com novembro do ano passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.