Inflação de 3,7% na zona do euro é a maior em 16 anos

Taxa fica acima da estimativa inicial de 3,6%, impulsionada pelos maiores custos de combustível e alimentos

NATHÁLIA FERREIRA, Agencia Estado

16 de junho de 2008 | 08h09

Os preços ao consumidor da zona do euro aumentaram mais que o esperado em maio, segundo dados revisados da Eurostat. Os preços nos 15 países da Europa que usam o euro subiram 0,6% sobre abril e 3,7% ante maio de 2007, impulsionados pelos maiores custos de combustível e alimentos.  Veja também:Entenda a crise dos alimentos   A inflação ficou acima da estimativa inicial de 3,6%, divulgada no mês passado. Em abril, os preços subiram 0,3% sobre março e 3,3% na comparação anual.Nos 12 meses até maio, os preços de combustível para transporte subiram 15,2%, enquanto o óleo para calefação saltou 47,5%, impulsionando a taxa de inflação em comparação anual para seu maior patamar desde junho de 1992.O núcleo da inflação, que exclui alimentos, energia, álcool e tabaco, subiu 0,3% no mês e 1,7% na comparação anual. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
InflaçãoZona do Euroalimentos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.