Inflação do aluguel acelera alta em outubro

Pressionado pelo avanço dos preços dos alimentos, o IGP-M avançou 0,28% em outubro, após subir 0,20% no mês anterior, calculou a FGV

Reuters

30 de outubro de 2014 | 08h56

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) avançou 0,28% em outubro, após subir 0,20% no mês anterior, pressionado pela aceleração dos preços produtos agropecuários, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV), nesta quinta-feira, 30.

A expectativa em pesquisa da Reuters era de alta de 0,20% do indicador em outubro. Na segunda prévia do mês, o IGP-M havia avançado 0,13%.

Segundo a FGV, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) - que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60 por cento do índice geral - acelerou a alta a 0,23% em outubro, após 0,13% em setembro.

Neste caso, uma dos destaques foram os Produtos Agropecuários, cujos preços avançaram 0,90%, após alta de 0,10% no mês anterior. Neste período, os preços do café em grão avançaram 7%, sobre 3,36%, enquanto que os de tomates cresceram 24,4%, após terem recuado 11,55% em setembro.

Diante de sinais de mais pressão sobre a inflação, o Banco Central surpreendeu na noite passada e elevou a Selic para 11,25 por cento.

Segundo a FGV, o Índice de Preços ao Consumidor, com peso de 30% no IGP-M, avançou 0,46%, frente à alta de 0,42% em setembro.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), por sua vez, subiu 0,20% em outubro, contra 0,16% no mês anterior.

O IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de energia elétrica e aluguel de imóveis.

Tudo o que sabemos sobre:
inflaçãoaluguelIGP-MFGV

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.