Werther/Santana/Estadão
Werther/Santana/Estadão

Inflação do aluguel acelera alta para 0,67% em junho

No mês anterior, o IGP-M havia registrado aumento de 0,41%; no ano de 2015, o indicador acumula alta de 4,33%

Karla Spotorno, O Estado de S. Paulo

29 de junho de 2015 | 08h31

SÃO PAULO - O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), indicador normalmente usado como referência para reajuste de contratos de aluguel, acelerou de 0,41% em maio para 0,67% em junho, divulgou nesta segunda-feira, 29, a Fundação Getúlio Vargas (FGV). O resultado ficou dentro do intervalo das estimativas dos analistas do mercado financeiro consultados pela Agência Estado, entre 0,62% e 0,69%, mas acima da mediana de 0,65%. 

Entre os três indicadores que compõem o IGP-M, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) saiu de 0,30% em maio para 0,41% em junho, com forte contribuição de Bens Finais. Esse grupo passou de uma variação de 0,50% para 0,60% na mesma base de comparação. No estágio final da produção, os principais responsáveis pela aceleração foram o subgrupo alimentos in natura, cuja taxa de variação passou de -2,62% para 1,80%.

De acordo com a FGV, entre as maiores influências de alta no IPA de junho estão minério de ferro (de 4,16% para 5,90%), batata-inglesa (de 10,46% para 20,72%), carne bovina (de 3,21% para 2,58%), ovos (de -11,04% para 4,58%) e adubos e fertilizantes (-2,83% para 3,93%).

Já na lista de maiores influências negativas estão tomate (de 11,23% para -17,10%), milho em grão (de -7,46% para -4,21%), farelo de soja (de -7,64% para -3,78%), mandioca (aipim) (de -5,26% para -6,28%) e arroz em casca (de -0,96% para -3,67%). 

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) passou de 0,68% para 0,83%. Cinco das oito classes de despesa componentes do índice registraram acréscimo em suas taxas de variação. A principal contribuição partiu do grupo Despesas Diversas (0,87% para 5,47%). Nesta classe de despesa, vale citar o comportamento do item jogo lotérico, cuja taxa passou de 2,76% para 49,37%.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), por sua vez, saiu de 0,45% para 1,87%. O índice que representa o custo da Mão de Obra registrou variação de 3,16%. No mês anterior, este índice registrou taxa de 0,24%.

A variação acumulada do IGP-M em 12 meses até junho é de 5,59%. No ano de 2015, o indicador acumula alta de 4,33%. 

Tudo o que sabemos sobre:
economiainflaçãoaluguelIGP-M

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.