WERTHER SANTANA/ESTADÃO
WERTHER SANTANA/ESTADÃO

'Inflação do aluguel', IGP-M acelera em dezembro e acumula alta de 7,30% no ano

Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), que entre outras coisas é usado para idexar os contratos de locações imobiliárias, subiu 2,09% em dezembro, segundo a FGV

Cícero Cotrim, O Estado de S.Paulo

27 de dezembro de 2019 | 10h12

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), principal indicador de preços para reajuste dos contratos de aluguéis, subiu 2,09% em dezembro, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) na manhã desta sexta-feira, 27. 

A taxa representa forte aceleração na comparação com novembro, quando a inflação medida pelo indicador atingiu 0,30% na margem. Com o número, o IGP-M acumulou variação de 7,30% em 2019.

Mesmo assim, o dado de dezembro ficou levemente abaixo das estimas do mercado. Segundo a Projeções Broadcast, que apura entre os analistas as estimativas sobre os principais indicadores macroeconômicos, era esperada uma alta de 2,12% para o IGP-M de dezembro. Com isso, a inflação medida pelo indicador acumulada no ano também ficou um pouco abaixo da mediana do levantamento, de 7,33%, mas dentro do intervalo de 6,70% a 7,82%.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) mostrou alta de 2,84% no mês ante 0,36% na divulgação anterior e atingiu 9,08% de avanço no ano. Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) avançou de 0,20% em novembro para 0,84% em dezembro e fecha 2019 acumulado em 3,79%.

O Índice Nacional de Custos da Construção (INCC), divulgado pela FGV na sexta-feira anterior, 20, desacelerou a 0,14% em dezembro, ante 0,15% em novembro. Em 2019, o indicador acumulou alta de 4,13%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.