Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Inflação do aluguel perde força e sobe 0,29% em novembro, diz FGV

Variação acumulada do IGP-M em 2013 é de 4,88%, enquanto a taxa acumulada em 12 meses até novembro é de 5,60% 

Gabriela Lara, Agência Estado

28 de novembro de 2013 | 08h42

A inflação do aluguel, medida pelo Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), desacelerou de 0,86% em outubro para 0,29% em novembro, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV), nesta quinta-feira, 28. O resultado do IGP-M de novembro ficou dentro do intervalo das estimativas dos analistas do mercado financeiro consultados pelo AE Projeções, entre 0,25% e 0,40%, e abaixo da mediana de 0,32%.

Entre os três indicadores que compõem o IGP-M, o IPA-M recuou de 1,09% em outubro para 0,17% em novembro. Na mesma base de comparação, o IPC-M subiu de 0,43% para 0,65%. O INCC-M desacelerou de 0,33% para 0,27%. A variação acumulada do IGP-M em 2013 é de 4,88%, enquanto a taxa acumulada em 12 meses até novembro é de 5,60%.

Os preços dos produtos agropecuários no atacado caíram 0,06% em novembro, após registrarem alta de 0,49% em outubro. Os preços de produtos industriais avançaram 0,25% ante alta de 1,32% no mês anterior.

Os preços dos bens intermediários recuaram 0,06% em novembro ante avanço de 0,70% em outubro. Os dos bens finais tiveram alta de 0,02%, ante aceleração de 0,76% em igual período. Já os preços das matérias-primas brutas subiram 0,60% em novembro, após avanço de 1,95% no mês anterior. O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) apresentou alta de 0,17% em novembro depois de avançar 1,09% em outubro. Em 12 meses, o IPA acumula aceleração de 5,22% e, no ano, de 4,47%.

Tudo o que sabemos sobre:
IGP-MFGV

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.