carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Inflação do Rio sobe para 1,18% em abril, diz FGV

O Índice de Preços ao Consumidor da cidade do Rio de Janeiro (IPC-RJ) de abril acelerou para 1,18%, ante o resultado de 1,04% registrado em março. Os dados foram divulgados hoje pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). No ano, a inflação na localidade acumula alta de 6,15%; em 12 meses, o indicador tem elevação de 17,10%. Segundo a instituição, o desempenho acelerado da inflação no mês foi causado pelas variação de preços acima da média nos grupos Transportes (2,86%), Saúde e Cuidados Pessoais (1,42%) e Alimentação (1,24%). Porém, a FGV destaca que outros grupos tiveram variação abaixo da média, como Vestuário (1%), Habitação (0,61%), Educação, Leitura e Recreação (0,58%) e Despesas Diversas (0,30%), mas que isso não foi suficiente para imp edir a aceleração do índice de março para abril. Por produtos, as altas mais expressivas foram registradas nos preços de ônibus urbano (6,9%), profissionais para reparos de residência (7,83%), tomate (15,08%) e metrô (25,10%). As quedas de preços mais expressivas para a formação do índice, no mesmo período, foram registradas em eletricidade residencial (0,8%), bacalhau (6,42%) e cenoura (16,44%). O IPC-RJ é calculado com base na coleta de dados de famílias com renda entre 1 a 33 salários mínimos.

Agencia Estado,

08 de maio de 2003 | 10h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.