Inflação e EUA dominam atenções

Relatório trimestral do BC sobre evolução dos preços sai quinta-feira; risco de recessão americana continua no radar

Leandro Modé, O Estadao de S.Paulo

23 de dezembro de 2007 | 00h00

O clima no mercado financeiro desanuviou um pouco no fim da semana passada, após o anúncio de que os gastos com consumo cresceram acima do esperado nos Estados Unidos em novembro. Para muitos analistas, o número afastou, pelo menos por ora, a chance de recessão na maior economia do mundo.Nesta semana de Natal, outro indicador relativo a novembro pode confirmar ou reverter o otimismo que tomou conta dos investidores sexta-feira. Trata-se das encomendas de bens duráveis, que saem na quarta-feira. A estimativa mais freqüente dos analistas é de uma alta de 2%. No Brasil, o destaque da semana é o relatório trimestral de inflação do Banco Central (BC), que será divulgado na quinta-feira. A expectativa para o documento é grande no mercado financeiro, por causa dos últimos números de inflação, que têm sistematicamente superado as projeções. Nas mesas de operações, há apostas de todos os tipos em relação ao juro básico em 2008. Alguns acham que ficará no nível atual o ano todo, outros apostam em mais quedas e há também quem preveja que o BC será obrigado a elevar a Selic.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.