Inflação em São Paulo sobe 0,57% em janeiro

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) apurado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) da USP teve alta de 0,57% no fechamento do mês de janeiro. O valor é inferior ao registrado na quadrissemana anterior (+0,68%), mas muito superior ao registrado em dezembro, quando o IPC foi de 0,25%. A variação do índice, porém, ficou dentro da expectativa dos analistas, que previam uma alta entre 0,50% e 0,70%. A maior alta do perído foi o item Educação (4,61% agora e 0,24% em dezembro), em virturde das despesas do início do ano letivo. Em relação ao fechamento do último mês de 2001, os grupos Habitação e Alimentação registraram aumento e Despesas Pessoais ficou estável (+0,90%). Se a comparação for feita com a quadrissemana anterior, a maior alta continua a ser Educação (4,61% ante 4,09%), mas Saúde e Habitação também subiram. Já Transportes registrou uma queda bastante expressiva, de 0,99% em janeiro em relação ao -0,04% na terceira quadrissemana e +0,24% em dezembro. Veja a variação dos itens que compõem o IPC: Habitação: +0,59%; Alimentação: +0,90%; Transportes: -0,99%; Despesas Pessoais: +0,90%; Saúde: +0,29%; Vestuário: +0,57%; Educação: +4,61%; Índice Geral: +0,57%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.