carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Inflação em SP avança 0,91% em março, diz Fecomercio

O indicador de Custo de Vida por Classe Social (CVCS), apurado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), aponta que a inflação na região metropolitana de São Paulo subiu 0,91% em março, abaixo da alta de 1,05% em fevereiro, mas acima do apurado em março de 2013 (0,36%). No acumulado de 12 meses, a inflação medida pelo indicador registra alta de 6,4%.

BEATRIZ BULLA, Agencia Estado

29 de abril de 2014 | 14h40

No mês passado, o setor de alimentos e bebidas registrou elevação de 1,98% ante fevereiro. Também contribuíram para o resultado geral os grupos transportes (1,69%) e vestuário (1,19%), na mesma base de comparação. O grupo despesas pessoais registrou elevação de 0,56%, enquanto habitação subiu 0,23%. Saúde subiu 0,11% e os grupos de educação e de artigos do lar, 0,07%. Somente a categoria comunicação apresentou queda nos preços, de 1,39% em março.

A assessoria econômica da FecomercioSP destacou, em nota, que "as condições climáticas desfavoráveis afetaram a qualidade e a quantidade produzida de diversos alimentos in natura, pressionando os valores praticados no mercado". Além disso, a instituição cita o aumento dos preços de combustíveis, passagens aéreas e serviços de manutenção de veículos.

O Índice de Preços do Varejo (IPV), um dos indicadores dentro do CVCS, avançou 1,14% em março, na primeira aceleração desde dezembro. Já o Índice de Preços de Serviços (IPS) registrou alta de 0,66%.

Faixas de renda

As classes com renda mais baixas foram as que sofreram os maiores efeitos da inflação, segundo a apuração da FecomercioSP. Para os pertencentes às classes D e E, o custo de vida subiu 1,16% e 1,1% respectivamente. Para a classe A, em compensação, aumentou 0,76%. Para a classe C, a inflação atingiu 0,93% e para a classe B, 0,78%.

Na classe E são compreendidas famílias com renda até R$ 976,58. As demais faixas de renda vão de R$ 976,59 a R$ 1.464,87 (classe D), de R$ 1.464,88 a R$ 7.324,33 (classe C), de R$ 7.324,34 a R$ 12.207,23 (classe B) e acima de R$ 12.207,24 na classe A, em dados atualizados pelo IPCA de janeiro de 2012.

Tudo o que sabemos sobre:
inflaçãoSPFecomerciomarço

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.