Inflação futura está dentro da meta, diz presidente do BC

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, disse hoje, em discurso na solenidade de transmissão de cargo da diretoria de Política Econômica, que tanto as projeções de inflação de mercado como as do BC para os próximos 12 meses indicam uma convergência para as metas definidas pelo Conselho Monetário Nacional para 2004 e 2005. "O dado mais recente das expectativas do mercado para a inflação em 12 meses à frente divulgado ontem pelo Banco Central encontra-se em 6,98%. Esse número está abaixo da trajetória para as metas 12 meses à frente, quando aferida em maio de 2003, que é de 7,2%", disse. Ele afirmou que o BC está baseando as ações na convergência para o centro da meta de 2004 fixada em 5,5%. O presidente do Banco Central afirmou que os que criticam a taxa de juros deveriam olhar com atenção o que ele chamou de estrutura de formação de preços e o processo de persistência inflacionária. "É aqui que se decidirá a batalha da inflação. É aqui, portanto, que se decidirá também a batalha da redução da taxa de juros, ou seja, de todos, inclusive, nosso."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.