Inflação já provoca queda na renda do trabalhador, aponta IBGE

Em maio, rendimento médio nas seis principais metrópoles foi de R$ 1.208,20, uma redução de 1% ante abril

JACQUELINE FARID, Agencia Estado

26 de junho de 2008 | 09h40

A queda de 1% na renda média real dos trabalhadores nas seis principais regiões metropolitanas do País em maio ante abril foi provocada por causa do aumento da inflação no período, segundo o gerente da pesquisa mensal de emprego do IBGE, Cimar Azeredo. O deflator usado nesse indicador de renda é o INPC médio das seis regiões. Na comparação com maio de 2007, a renda média subiu 1,5%.   Veja também: Entenda os principais índices de inflação  Entenda a crise dos alimentos  Desemprego no País em maio cai para a menor taxa da série O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), também calculado pelo IBGE e referente à camada de renda mais baixa da população, tem registrado taxas mais elevadas do que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), já que os produtos alimentícios têm peso maior no INPC. Em maio, o rendimento médio nas seis regiões foi de R$ 1.208,20.

Tudo o que sabemos sobre:
InflaçãorendimentoIBGE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.